Duas creches e um jardim de infância da Amadora foram encerrados esta sexta-feira, depois de terem sido detetados dois casos positivos de Covid-19 nas instalações.

Ao que a TVI apurou, existem ainda vários casos suspeitos. Tratam-se das creches da Atalaia e do Ulmeiro, que ficam na Damia, tal como o jardim de infância.

As três instituições foram contactadas, mas a TVI não obteve qualquer resposta.

Contactada pela TVI, a Administração Regional de Saúde de Lisboa (ARSL) confirmou que todos os casos suspeitos se encontram a ser testados, estando todas as crianças em isolamento.

Para acompanhar a situação, segundo a ARSL, foram estabelecidas as medidas de Saúde Pública adequadas à situação, entre as quais a suspensão temporária do funcionamento das três instituições. Os edifícios vão ser desinfetados e todas as crianças estão em isolamento profilático.

A estratégia aplicada aos doentes e contactantes diretos/casos suspeitos de Covid-19, independentemente do contexto em que a transmissão eventualmente ocorre, é a de identificar, isolar, testar, tratar e acompanhar", diz a ARSL na resposta. 

A Amadora é, atualmente, uma das zonas com maior prevalência de Covid-19 em Portugal, sendo que a Direção-Geral da Saúde confirmou a existência de dois surtos naquele concelho do distrito de Lisboa.

Segundo o último balanço de Covid-19 em Portugal, já se registaram 1.505 mortes e 36.180 casos de infeção.

Cláudia Lima da Costa