O movimento Com Faro no Coração (CFC) revelou esta segunda-feira que apresentou queixa ao Ministério Público contra três casos de esgotos a céu aberto, nas Gambelas e Lejana de Cima, junto a casas e uma nora com água.

Na queixa, o Movimento Autárquico Independente CFC, sustenta que as situações, com águas residuais e dejetos correndo a céu aberto, têm «efeitos insuportáveis na saúde e no ambiente para as populações».

Trata-se de duas situações que ocorrem junto a casas em Gambelas, próximo do aerorporto de Faro, e uma outra próximo de uma nora, na povoação rural de Lejana de Cima.

O CFC recorda que foi alertado para a situação pelos moradores em janeiro e desde então tem denunciado publicamente a situação e feito diligências junto da Câmara e outras entidades, «mas os problemas arrastam-se sem que seja dada qualquer informação à população».

Na queixa, o CFC refere que a iniciativa tem como objetivo essencial criar condições para que chegue ao fim «a chaga dos esgotos a céu aberto na capital do Algarve».