A esquadra da PSP da Amadora está a ser alvo de ameaças e de chamadas telefónicas a injuriar o efetivo. É o que denuncia uma comunicação feita a agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de que a TVI teve conhecimento.  

A mesma comunicação fala em intenções de represálias, manifestadas nas redes sociais, por causa dos acontecimentos do último domingo. Em causa a detenção e alegadas agressões de uma mulher, na sequência de um desentendimento num autocarro. 

O agente que deteve a mulher já terá elaborado um auto de notícia. A PSP pede aos agentes da PSP para se protegerem. 

Uma mulher acusada de agredir um agente da PSP disse, em entrevista à TVI, que "levou socos" no carro-patrulha "até desmaiar", momento em que se encontrava algemada. As agressões ocorreram no domingo à noite, na Amadora, depois de Cláudia Simões ter sido detida numa paragem de autocarro, após um desentendimento com o motorista.