Em Portugal, a pandemia Covid-19 já fez, oficialmente, 1.023 vítimas mortais, mas os números podem ser bem superiores. Uma investigação do espaço coordenado pela jornalista Ana Leal, chegou à conclusão de que existem vários casos suspeitos do novo coronavírus que continuam por ser testados após a morte.

São números que não entram para a estatística divulgada pela Direção-Geral da Saúde, que poderiam ser contabilizados caso o teste tivesse sido feito e desse positivo.

Um estudo da Escola Nacional de Saúde Pública admite mesmo que uma parte dos óbitos por Covid-19 terão passado sem diagnóstico por falta de testes.

Muitos dos óbitos terão ocorrido em casa ou em lares, sem antes terem sido testados, apesar de serem casos suspeitos de terem contraído o novo coronavírus.

Ana Leal