O aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, esteve em alerta máximo uma vez que um avião da companhia United Airlines, com destino a Newark, nos Estados Unidos, teve "problemas técnicos depois de descolar e foi obrigado a regressar", confirmou à TVI24 fonte oficial da ANA.

A mesma fonte disse que "foram acionados todos os meios de emergências, que são exigidos nestas situações” e que “a aeronave aterrou, há cerca de 10 a 15 minutos em segurança."

O tráfego aéreo no aeroporto do Porto deu prioridade à aterragem do avião da United Airlines.

O avião da United Airlines sofreu uma colisão com aves (Bird Strike) durante a descolagem, disseram à agência Lusa fontes aeronáuticas.

Segundo fontes ligadas ao setor da aviação, o Boeing 757-200 (752) da companhia aérea norte-americana “reportou um Bird Strike durante a descolagem com falha de motor” e “declarou emergência”.

A Autoridade da Proteção Civil do Porto confirmou também anteriormente, por seu turno, que foi ativado às 12:44 o “alerta de nível número 1” - que obriga 11 corporações da zona do aeroporto a colocarem em prevenção no quartel um veículo cada -, devido a um “problema numa aeronave” no Aeroporto de Sá Carneiro.

Os bombeiros ficaram de prevenção, mas não chegaram a sair para o terreno. A ocorrência foi fechada às 13:19", disse a mesma fonte da Autoridade da Proteção Civil do Porto.

O gabinete de imprensa da PSP confirmou igualmente que, pelas 12:45, foi recebido um “alerta de uma emergência de aeronave em voo” no Aeroporto Sá Carneiro e que por volta das 13:10 a ocorrência foi encerrada “com a aterragem da aeronave em segurança”.

Fonte da ANA – Aeroportos de Portugal descreveu que um avião da United Airlines, que se deslocava do Porto para os Estados Unidos, “voltou para trás devido a problemas técnicos”, mas “aterrou sem problemas”.

O comandante declarou emergência a bordo, durante a descolagem, devido a um problema no motor. [O avião] esteve algum tempo em espera [no ar] e aterrou. Já foi concluída a emergência”, explicou fonte oficial da NAV - Navegação Aérea de Portugal, referindo que o incidente aconteceu pelas 11:00.

A United Airlines é considerada a terceira maior companhia aérea dos EUA, com uma frota de 708 aviões.

/ ALM - notícia atualizada às 16:00