Um jovem português, de 18 anos, que estava desaparecido em Baiona, Espanha, foi encontrado esta tarde, em Vila Franca de Xira, por uma amiga do pai, confirmou à TVI a mãe do jovem. 

Ângelo Lopes já se encontrava num estado bastante debilitado psicologicamente, por não ter tomado a medicação durante vários dias, e queixou-se de fome. Ao que a TVI apurou, neste momento, já se encontra na companhia do pai.

Segundo a última partilha da Guardia Civil, na página no Twitter, afirma que o jovem já está em casa do pai, em Portugal 

O jovem português tinha visto pela última vez na noite de sexta-feira, por voltas das 22:00 horas.

As autoridades espanholas apelaram a quem tivesse informações que as comunicasse, uma vez que o jovem sofre de autismo e necessita de tomar medicação.

A Guardia Civil, numa publicação no Twitter, afirmou que Ângelo terá sido visto no sábado, no município galego da Guarda, do lado oposto de Caminha, em Portugal.

Segundo, ainda, as autoridades, apesar de sofrer de autismo, Ângelo consegue relacionar-se com desconhecidos e responder às pessoas.

O vice-consulado de Portugal em Vigo esteve a acompanhar as investigações a cargo das autoridades galegas.

A imprensa espanhola escreve que o jovem português poderá ter-se deslocado a Vigo por causa de uma trotinete, pela qual se terá interessado nos dias anteriores ao desaparecimento.

Ângelo Lopes, natural de Vila Franca de Xira, distrito de Lisboa, vivia com a mãe em Baiona, na Galiza, há cerca de três semanas. Juntou-se recentemente à progenitora que já ali vive há cinco anos. Frequentaria um centro especializado para autistas em Lisboa, quando a mãe decidiu ir buscá-lo.

Mede cerca de 1,73 metros, pesa 70 kg, usa óculos e tem tez morena. Quando desapareceu vestia um casaco preto, uma camisa branca, calças de fato de treino pretas e transportava uma mochila vermelha.