O Comando Territorial de Castelo Branco, através do Posto Territorial de Silvares, identificou na terça-feira um homem, de 34 anos, por maus tratos a animais de companhia, no concelho da Covilhã.

De acordo com o comunicado enviado à comunicação social, o suspeito deixou durante vários dias dois canídeos acorrentados, sem água e sem comida, tendo o alerta sido dado por um popular.

Os militares da GNR deslocaram-se de imediato ao local e depararam-se com "dois cães de pequeno porte com sinais visíveis de maus tratos, ambos acorrentados junto a um barracão, subnutridos e desidratados"

Na sequência de um alerta por um popular, de que se encontravam dois canídeos acorrentados e sem água ou alimento há alguns dias, os militares deslocaram-se de imediato ao local, onde verificaram a existência de dois cães de pequeno porte com sinais visíveis de maus-tratos, ambos acorrentados junto a um barracão, subnutridos e desidratados", é referido numa nota de imprensa da GNR enviada à agência Lusa

Os animais foram resgatados para receber cuidados veterinários e sanitárias e encontram-se agora disponíveis para adoção responsável no Canil Municipal da Covilhã. 

O suspeito foi identificado e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da região.

/ CE