O primeiro-ministro sublinhou esta segunda-feira o "esforço" que o país tem vindo a fazer no combate ao novo coronavírus e que tem agora "uma luz ao fundo do túnel", que será "no próximo ano" uma vacina contra a covid-19.

Este [o confinamento do fim de semana] é um esforço que tem uma luz ao fundo do túnel, não sabemos ainda a extensão do túnel. Se é por meses, ou se é por um ano. Sabemos, seguramente, que durante o próximo ano, hoje todas as entidades oficias já o reconhecem, teremos disponível uma vacina para enfrentar este covid", afirmou.

António Costa afirmou que todos querem "acreditar que a ciência vai ser capaz de disponibilizar e a indústria de produzir uma vacina efetivamente eficaz".

De manhã, no Porto, o primeiro-ministro já tinha elogiado o comportamento dos portugueses no cumprimento das regras de confinamento do fim de semana, voltando a falar do tema para reconhecer a dificuldade de seguir aquela decisão.

"As medidas são duras e perturbam a nossa vida, mas são essências para travar o crescimento desta pandemia", reiterou.

/ DA