Um empresário, conhecido por frequentar a elite de Cascais, é suspeito de crimes sexuais contra menores, num caso cujas dimensões reais estão ainda a ser apuradas. 

A TVI sabe que o empresário António Olmos, de cerca de 70 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) esteve a ser interrogado por um juiz no tribunal de Cascais e ficou em prisão preventiva. 

Durante as buscas à sua casa os inspetores apreenderam um telemóvel com imagens de pornografia e abuso de menores.

As primeiras avaliações permitem suspeitar que partilhasse estas imagens com outros abusadores sexuais.

A investigação, sabe a TVI, avançou na última semana em contra-relógio para impedir novos crimes. 

O ponto de partida terá sido uma denuncia, apresentada pela mãe de um menor praticante de rugby em Cascais e rapidamente se concluiu que era frequente a presença de António Olmos nas imediações do Cascais Rugby após os treinos das camadas jovens. 

Conhecido por se fazer deslocar num Bentley descapotável e ser presença assídua em eventos sociais, o empresário é suspeito de aliciar os menores, rapazes, com ofertas de gelados, refeições e dinheiro, praticando depois os crimes sexuais contra menores na casa onde vive.    

A PJ já ouviu vários menores e mantém diligências para apurar a extensão dos crimes.

Henrique Machado