A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu, em Barcelos e Famalicão, cerca de 187 mil artigos contrafeitos, num valor que ascende a 4,7 milhões de euros, anunciou esta quarta-feira aquela polícia.

Em comunicado, a ASAE refere que a apreensão foi consumada numa “mega operação” inserida numa investigação em curso em dois armazéns, após vigilância durante uma semana, pela suspeita de crime de venda de artigos contrafeitos.

Como resultado da ação, foi instaurado um processo-crime por venda, circulação e ocultação de artigos contrafeitos num valor total da apreensão que ascendeu a cerca de 4,7 milhões de euros”, sublinha o comunicado.

Entre os 187 mil artigos apreendidos na “Operação Resiliência”, contam-se têxteis, perfumes, marroquinaria e sapatilhas.

Para transporte da mercadoria apreendida para os armazéns da ASAE, tiveram de ser utilizados sete camiões TIR.

Foram ainda apreendidos 408 euros em numerário e três telemóveis.

Na operação, foi ainda detido um homem, que foi entregue ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, por se encontrar indocumentado em território nacional.