Um homem de 55 anos foi constituído arguido e três armas sem documentação apreendidas pela GNR de Alijó, no distrito de Vila Real, na sequência de uma investigação pelo crime de caça ilegal, disse hoje aquela força policial.

Após uma investigação pelo crime de caça ilegal, o Posto Territorial da GNR de Alijó realizou duas buscas, uma domiciliária e outra num armazém, que resultaram na apreensão de armas que se encontravam em situação ilegal, divulgou a GNR em comunicado.

Na sequência das buscas, foi apreendida uma caçadeira de calibre 12, uma carabina de calibre .22, com silenciador e mira telescópica e uma arma de ar comprimido de calibre 5.5 mm com mira telescópica.

Um homem de 55 anos foi constituído arguido e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Alijó, disse ainda.

“A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, quem detiver arma não registada ou manifestada, quando obrigatório constitui um crime de posse ilegal de arma”, destacou.

/ MJC