Um homem de 52 anos foi detido em Espinho, no distrito de Aveiro, por suspeitas de ter violado uma vizinha portadora de deficiência cognitiva, anunciou esta quarta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

“O arguido, fazendo uso da sua experiência de vida e ascendente sobre uma mulher, aproveitando-se do facto de a vítima ser portadora de deficiência cognitiva, convenceu-a afastar-se de casa e levou-a para uma zona erma, onde decidiu submetê-la a práticas sexuais, com violência”, indica a Diretoria do Norte da PJ, em comunicado.

A polícia, que afirma ter recolhido “indícios seguros da prática dos referidos crimes e respetiva autoria”, conta apresentar o arguido a primeiro interrogatório judicial ainda hoje para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

/ BMA