Associação Sindical de Professores Licenciados (ASPL) defendeu esta sexta-feira a redução do número de alunos por turma no regresso ao ensino presencial a partir de setembro, considerando que esse é o cenário ideal.

“A ASPL não tem dúvidas que as aulas deveriam ocorrer presencialmente, com a constituição das turmas em número reduzido, por forma a acautelar o devido distanciamento físico dentro e fora das salas de aula”, escrevem em comunicado.

A associação que representa os professores licenciados foi uma das ouvidas na quinta-feira pelo Ministério da Educação, a quem alertaram para a necessidade de planear o próximo ano letivo atendendo a diferentes cenários, caso o ensino presencial não possa ser assegurado devido à pandemia da Covid-19.

Em comunicado, a ASPL lamenta ainda que a Assembleia da República tenha rejeitado, na quarta-feira, o projeto de lei do BE para reduzir o número de alunos por turma devido à pandemia.

/ HCL