No espaço de um mês registaram-se, pelo menos, 12 assaltos à mão armada a farmácias na Grande Lisboa.

A polícia suspeita de um criminoso solitário.

Só nas últimas 24 horas foram registados mais três roubos. A farmácia Rio de Janeiro, na zona de Alvalade, Lisboa, foi assaltada na quinta-feira à hora do fecho, com o assaltante a levar cerca de 100 euros. Na farmácia Fátima, em Loures, um homem descrito como tendo cerca de 30 anos roubou 300 euros da registadora.

O último caso ocorreu na farmácia do Prior Velho, que se vê no vídeo relacionado. Nas imagens é possível ver um homem a ameaçar a funcionária, que entrega todo o dinheiro em caixa, uma elevada quantia que é colocada pela vítima dentro de um saco.

O que há em comum em todos estes casos? A maioria dos assaltos foi cometida com arma de fogo e a fuga é sempre feita a pé.