A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje em comunicado a detenção de um homem suspeito de ter assaltado três agências bancárias nos concelhos de Batalha, Ourém e Leiria.

O arguido, de 45 anos, residente em Mira de Aire, Porto de Mós, foi presente na sexta-feira a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Leiria, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, informou fonte da PJ de Coimbra à Agência Lusa.

O homem é suspeito da autoria de assaltos a agências bancárias localizadas em São Mamede (Batalha), Fátima (Ourém) e Caranguejeira (Leiria) nos meses de agosto, setembro e outubro.

O último assalto teve lugar na freguesia da Caranguejeira ao início da tarde de quinta-feira, tendo sido detido poucas horas depois, com a ajuda da GNR.

A PJ sublinha que a detenção deve-se à «presumível autoria de três crimes de roubo, perpetrados com recurso a garrafas contendo produto inflamável, que derramava sobre o balcão, ameaçando lançar fogo caso não lhe fosse entregue o dinheiro da caixa».

Na recolha de provas, a PJ «apreendeu uma viatura e alguns disfarces usados pelo suspeito na prática de roubos.»