Uma agência do banco Crédito Agrícola foi assaltada durante a manhã desta segunda-feira, em Vila Real.

O principal suspeito é um homem que usava um boné e uma máscara cirúrgica e aparentava ter entre 50 a 60 anos. O fonte da PSP acrescentou que foram roubados 1.215 euros.

A fonte da Polícia disse à agência Lusa que o alerta para o assalto naquela agência bancária, localizada no centro da cidade de Vila Real, foi dado pelas 10:55 e, de imediato, foram desencadeados os procedimentos para identificar e intercetar o suspeito.

De acordo com a informação policial, o homem ter-se-á dirigido ao balcão da Caixa Agrícola e ameaçou ter uma arma de fogo, apesar de não a exibir, tendo coagido o funcionário e levado uma quantia de 1.215 euros dentro de um saco.

Depois, segundo a PSP, o indivíduo foi visto a sair em direção à rua Direita de Vila Real, uma rua pedonal.

A fuga aconteceu a pé, na Rua Direita de Vila Real, uma zona de comércio mais movimentadas do município. Pelo modus operandi da fuga, as autoridades suspeitam que o homem não será natural da região.

O crime ocorreu num curto espaço de tempo sem que ninguém se apercebesse, com exceção das vítimas.

Segundo a descrição feita à polícia, o suspeito terá “estatura média”, "cabelo branco", aparentava ter uma idade na casa dos 50, 60 anos e vestia “casaco, boné e máscara cirúrgica”.

No momento do assalto não haveria clientes dentro da agência bancária.

A PSP acionou os elementos do patrulhamento geral e da investigação criminal e, por se tratar de um assalto a uma instituição bancária, a investigação passou para a alçada da Polícia Judiciária (PJ).

Nuno Mandeiro .