A PSP deteve dois homens, de 29 e 37 anos, na terça-feira, em Moscavide, distrito de Lisboa, por serem suspeitos da autoria de cerca de 30 furtos no interior de viaturas, tendo ficado em prisão preventiva, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Loures, refere que os homens praticavam os roubos principalmente na cidade de Odivelas.

De acordo com a PSP, a detenção ocorreu de madrugada, por volta das 01:40, durante uma operação policial, no âmbito da qual as autoridades encontraram os homens dentro de uma viatura estrangeira, que tinha sido furtada em Lisboa, com matrículas falsas roubadas em dias anteriores.

A PSP explica que “o condutor da viatura não estava legalmente habilitado para a condução de veículos a motor” e que “foi localizado no interior da viatura produto estupefaciente, dezenas de artigos cuja origem e posse não se encontrava justificada e um objeto próprio para a quebra de vidros”.

Segundo a polícia, foi possível relacionar diversos artigos a furtos que ocorreram nos concelhos de Odivelas e Loures, na cidade de Lisboa e no Aeroporto Humberto Delgado.

As autoridades indicam que também foram apreendidas 206 doses de haxixe, 31 doses de cocaína, 940 euros em dinheiro, uma cópia de arma de fogo e outras dezenas de artigos, na sequência de uma busca domiciliária.

Com a investigação ainda a decorrer, a PSP recorda que “foi possível imputar aos suspeitos cerca de 30 crimes de furto em interior de viatura” e admite ser “muito provável que venham ainda a ser imputados mais crimes a estes suspeitos”.