A PSP das Caldas da Rainha apelou aos comerciantes da cidade para tomarem medidas de segurança com o objectivo de dissuadirem eventuais furtos aos estabelecimentos, refere a Lusa.

«Deparamo-nos com situações de furtos a estabelecimentos e entendemos que os comerciantes devem colaborar com algumas medidas de segurança», afirmou Jorge Martins, comandante da divisão da PSP das Caldas da Rainha.

O responsável da PSP disse que se trata de medidas simples como a colocação de portas mais resistentes.

A polícia apelou ainda aos comerciantes para deixarem o estabelecimento minimamente iluminado à noite e não deixarem dinheiro nas caixas, além de colocarem sistema de alarme.

«Fazemos uma monitorização do que vai sucedendo e entendemos que os comerciantes devem colaborar no sentido da sua própria segurança. Foi por isso que convoquei os comerciantes para uma reunião», explicou Jorge Martins.

Por seu lado, o presidente da Associação Comercial dos Concelho das Caldas da Rainha e Óbidos, João Frade, afirmou que «havia preocupação em relação a alguma insegurança que se sentiu no início do ano com assaltos à luz do dia e a estabelecimentos comerciais».

Após o encontro, João Frade adiantou que vai transmitir aos associados as indicações da polícia.

O responsável disse que os comerciantes podem legalizar os equipamentos de videovigilância colocados nos estabelecimentos comerciais através dos serviços da associação que lhes possibilita, em caso de assalto, que as imagens recolhidas por estes equipamentos possam mais tarde ser utilizadas pelas autoridades.