Dois carros roubados por carjacking, outras duas tentativas que resultaram em disparos, vários postos de combustível assaltados, um homem baleado e três encapuzados em fuga. Este é o balanço da noite de quinta-feira no Grande Porto. A TVI sabe que as suspeitas recaem sobre um grupo de cadastrados que estará em liberdade há duas semanas.

Tudo começou às primeiras horas da noite, com o furto de um Seat Ibiza por quatro indivíduos.

Depois, perto das 21:00, aconteceu o primeiro roubo por carjacking.

Uma mulher, acompanhada da filha de sete anos seguia ao volante de uma carrinha BMW, em São Cosme, Gondomar, quando foi abordada por três dos quatro indivíduos, que, armados de caçadeiras e encapuzados, exigiram a entrega do carro. A vítima terá apenas tido tempo de retirar a filha do banco traseiro até que os suspeitos se pusessem em fuga.

Uma hora depois, novo carjacking. O condutor pôs-se em fuga, mas não se livrou de ser alvo de vários disparos sobre o carro.

Vinte minutos depois, cerca das 22:20, nova tentativa, desta feita em Rio Tinto. Mais uma vez o condutor fugiu e o carro foi atingido por tiros.

Mais perto das 23:00, outro roubo por carjacking, desta vez um Mercedes, também em Gondomar.

Entretanto, os assaltos a postos de combustível iam-se sucedendo ao ritmo das investidas do trio de assaltantes.

Por volta da meia-noite, houve dois alertas para carros incendiados: em São Mamede de Infesta ardia um Seat Ibiza, e na zona da Areosa, no Porto, era uma carrinha BMW que estava tomada pelas chamas.

Poucos minutos depois da meia-noite, dava entrada no Hospital de Santo António um homem baleado que alegava ter sido vitima de disparos provenientes de um Mercedes com encapuzados no interior.

Nesta altura, a caça aos homens era já feita pela PSP, GNR e PJ numa perseguição que terá acontecido até Paços de Ferreira, localidade em que os assaltantes conseguiram despistar as autoridades.

Os indivíduos encontram-se a monte, mas a TVI sabe que as suspeitas recaem sobre um grupo de cadastrados que estará em liberdade há duas semanas.