A maioria dos portugueses consideram que o Governo atuou bem ao aprovar apenas a devolução parcial do tempo de serviço congelado aos professores, de acordo com sondagens da Aximage e da Eurosondagem divulgadas na quinta-feira e hoje.

Questionados se a Assembleia da República "deve aprovar uma lei que obrigue o Governo a contabilizar e pagar os nove anos quatro meses e dois dias que os sindicatos de professores reivindicam" 71% dos inquiridos pela Eurosondagem responderam que "não", 21% disse que sim e 8% não respondeu.

Já na questão - "Se a Assembleia da República aprovar uma Lei que contemple toda a contagem do tempo que os professores reivindicam, deve o Governo proceder da mesma maneira face a outras carreiras da função pública?" - , 71,4% dos entrevistas pela Eurosondagem disseram que "sim", 17,1% "não" e 11,5% não respondeu.

Na sondagem da Aximage, publicada quinta-feira no Correio da Manhã, 57% responde que o Governo "teve razão" no caso da contagem do tempo de serviço dos professores, contra 32,9%, que dá razão aos outros partidos.

Neste estudo, 8,3% dos inquiridos respondem que "ambos/nennhum" teve razão nesta matéria e 1,8% não sabe ou não responde.

Já quanto à ameaça de demissão do Governo, assumida por António Costa, 49% concorda e 44,4% discorda. A esta questão, 2% considera que o executivo não fez "nem bem, nem mal" e 4,6% não sabe.

A sondagem da Aximage tem uma margem de erro de cerca de 4% e foi realizada com 500 entrevistas efetivas.

O estudo da Eurosondagem foi feito por telefone fixo, com 1.005 entrevistas validadas e tem uma margem de erro de 3,09%.