Há quem diga que o ano de 2020 foi o mais longo da história. Outros entendem que passou a correr, e que acabou por ser um período desperdiçado. Certo é que a pandemia de covid-19, que começou ainda em novembro de 2019, na China, veio alterar de forma substancial a forma como vivemos, impactando as relações e o dia a dia de praticamente todo o mundo.

Ainda não se sabe quando poderemos falar num verdadeiro regresso à normalidade. Os responsáveis políticos já admitiram que, mesmo com a chegada das vacinas, muitas das restrições vão manter-se, pelo menos até que seja atingida a imunidade de grupo.

É, por isso, difícil fazer uma previsão para o ano de 2021, que começa cheio de incertezas em vários campos.

Aqui trazemos-lhe o que diz a astrologia para o ano que está prestes a começar, e que dificilmente será tão negro como o que agora termina.

Para começar, boas notícias. As previsões astrológicas para 2021 são muito otimistas, naquilo que muitos especialistas consideram ser uma reação natural ao “desastre” ocorrido em 2020.

Basta dizer que a astrologia de 2021 é uma reação direta às mudanças cataclísmicas”, refere a especialista Aliza Kelly, em declarações à Vogue.

A astróloga explica que este ano pode ter sido influenciado pelo alinhamento incomum de vários astros. A título de exemplo, a autora do podcast Stars Like Us menciona a conjunção entre Saturno e Platão, que tinha sido observada pela última vez em 1982. Conta Aliza Kelly que na última vez que o fenómeno foi observado houve um inédito protesto de um milhão de pessoas em Nova Iorque contra a proliferação de armas nucleares.

O ano que se segue também traz alguns alinhamentos “inesperados”, mas Aliza Kelly explica que será muito mais normal que aquele que o antecede.

Ainda em 2020, no dia 21 de dezembro, Júpiter e Saturno estiveram muito próximos, encontrando-se no signo de aquário, onde ficarão grande parte do próximo ano. Esta conjunção é associada a uma mudança repentina, na qual se espera a formação de comunidades. Poderá isto significar que, finda a pandemia, ou pelo menos controlada, a população possa vir a juntar-se novamente, convivendo mais do que no ano que acaba, que foi marcado por fortes restrições ao convívio.

A prevalência do signo de aquário também aponta para um ano de tecnologia. Com efeito, sabemos que 2021 será marcado em definitivo pela chegada do 5G a grande parte do mundo, mas não se extingue aí. Estão previstas várias operações espaciais, de instituições privadas e públicas, e é esperado um grande avanço na exploração do Espaço.

Mas a junção de Júpiter e Saturno não termina a influência por aqui. Quando se formarem com Urano no signo touro, é esperado o surgimento de inovações criativas em vários setores e adaptação na vida profissional. Pode isto querer dizer que novas profissões vão surgir, sobretudo em decurso do incremento dos negócios online, que sofreram um boom durante os confinamentos generalizados em todo o mundo.

O ano de 2020 também foi marcado por uma crescente onda que defende a igualdade de direitos, que foi exacerbada com a morte do afro-americano George Floyd, assassinado pela polícia em maio. O alinhamento entre Saturno e Urano ocorreu por volta da mesma altura, e é esperado que volte a acontecer em 2021. A luta pelos direitos e liberdades vai, assim, voltar a marcar a agenda.

A nível de decisões, a política voltará a ter papel fundamental. No alívio ou apertar de liberdades e na tentativa de restaurar as economias, é possível que a população procure novos rostos para iniciar um novo rumo de liderança.

Acredita no Mercúrio retrógado? Fique atento às datas

Para os menos crentes ou que não estejam familiarizados com o fenómeno, o Mercúrio retrógrado ocorre quando aquele planeta tem um movimento retrógrado em relação à Terra. A astrologia crê que estes são momentos que costumam trazer consequências negativas. Pelo sim pelo não, é melhor fixar as datas: 30 de janeiro a 21 de fevereiro em aquário; 29 de maio a 22 de junho em gémeos e 27 de setembro a 23 de outubro em balança.

Aqueles dias em que parece que mais valia não termos saído da cama, daqueles em que a Lei de Murphy se aplica a 100%. Muitos apontam esses acontecimentos ao Mercúrio retrógrado, um alinhamento astronómico que parece só existir para nos chatear.

Aliza Kelly lembra que este é um movimento planetário normal, e que ocorre com todos os planetas, apenas acontece que com Mercúrio é mais frequente (três a quatro vezes por ano), tornando-se num alvo fácil para as frustrações.

Para os períodos assinalados é esperado sobretudo alguma dificuldade na comunicação e relação com os outros.

As implicações não são de longo prazo e não vão arruinar a sua vida, mas são irritantes”, afirma Aliza Kelly.

Amor e os signos

Carneiro – Prevê-se uma vida amorosa movimentada, sobretudo a partir de junho, altura que será excelente para quem não tem relacionamento e pretende encontrar o amor. Com a chegada do Mercúrio retrógrado do período de setembro haverá maior necessidade de diálogo.

Touro – O ano de 2021 será pródigo em períodos de amor. O ano começa com uma boa energia dada pela entrada de Marte em touro. Será um ano para utilizar a arma da sedução, podendo haver novas relações a chegar.

Gémeos – Haverá um período de maior romantismo e abertura ao amor. Nas alturas de Mercúrio retrógrado poderão existir dificuldades de comunicação.

Caranguejo – Será um ano intenso para quem tenha este signo. Relacionamentos e amizades podem chegar ao fim em 2021. Exige-se capacidade de negociação e cedência, sendo um ano que levará a um amadurecimento emocional.

Leão – Ano marcado pelas concessões, em que diferentes desafios vão ser revelados. Entre abril e maio poderá existir um período de maior abertura para encontrar o amor.

Virgem – Ano para gerir emoções. Favorável aos relacionamentos longos, é necessário não gerar fortes expectativas, para que não surjam desilusões.

Balança – 2021 será de descoberta para quem é balança. Todo o tipo de relacionamentos pode surgir, e, com uma gestão proveitosa, pode tirar coisas positivas de todos eles.

Escorpião – Ano de reflexão sobre a vida amorosa. Afinal, que tipo de relacionamento deseja? Pode haver uma renovação da relação ou até um fim da mesma. A gestão e o diálogo vão ser importantes para chegar à melhor solução.

Sagitário – Quem é deste signo terá um ano de grande sociabilização. Diversificar e mudar de ambiente pode ser importante para conhecer novas pessoas.

Capricórnio – Ano de redescoberta e intensidade pessoal. Um novo amor pode chegar de forma repentina e contribuir para essa transição. Quem estiver numa relação deve dar tempo e deixar as coisas fluírem.

Aquário – Existirá a possibilidade de encarar novas oportunidades no amor, mas impõe-se uma reflexão sobre aquilo que é pretendido neste campo.

Peixes – Ano de reconstrução de relações. Amizades e amores antigos podem voltar a ganhar força. Será importante uma reflexão de como a sua personalidade é aceite pelos outros.

Finanças e profissão

Carneiro - Oportunidades vão surgir desde que haja iniciativa da sua parte. O crescimento e a consolidação profissional farão parte do dia a dia. Será importante dar aso à criatividade e tentar arriscar.

Touro - Tente coisas novas, expandir os seus conhecimentos vai trazer coisas boas. Pode parar e refletir sobre a segurança e autopreservação necessárias, mas deve deixar a insegurança e ceticismo de parte.

Gémeos - Com  a utilização de uma comunicação eficaz (o que pode ser mais difícil em Mercúrio retrógrado) será possível alcançar os objetivos definidos, mas tendo sempre de lidar com os outros e fazer essa gestão de relações.

Caranguejo - Ano de socialização e exploração dos relacionamentos. A ambição será importante para alcançar os objetivos traçados.

Leão - A profissão estará em foco em 2021. São esperadas promoções e melhorias salariais para este signo, ainda que seja necessário uma boa gestão de eventuais conflitos que possam surgir.

Virgem - O sonho é o limite: com as decisões certas e alguma sorte pode chegar onde pretende. Ano de grande autonomia e responsabilidade a nível profissional.

Balança - Uma pequena adaptação e algumas cedências podem ajudar a atingir os objetivos profissionais. A situação financeira será marcada pela estabilidade.

Escorpião - Novas relações podem ajudar a desenvolver novos projetos. A meio do ano devem surgir novas oportunidades, mas é necessário deixar as despesas debaixo de olho.

Sagitário - Ano bom para desenvolver conhecimentos e alcançar novos objetivos profissionais. Apesar disso, será necessário algum pragmatismo em algumas situações, sobretudo na gestão das finanças.

Capricórnio - Poderá ser o ano para consolidar projetos que transitam de 2020, sendo esperado que amigos e famílias estejam consigo no desenvolvimento dessas atividades.

Aquário - Recomenda-se coragem e tranquilidade na hora de tomar as decisões. Projetos antigos podem chegar ao fim em 2021, que dará início a novos desafios. Vão surgir novas oportunidades, por isso, se procura algo novo, arrisque.

Peixes - Os impulsos também podem ser bons. 2020 será de instintos para peixes, que, ainda assim, devem fazer uma gestão dos mesmos. Será importante manter relacionamentos estáveis e respeitosos com os seus colegas e superiores.

António Guimarães