As duas pessoas que ficaram em estado mais grave no atropelamento deste sábado, internadas nos hospitais de São João e Santo António, no Porto, acabaram por não resistir e morreram este domingo. A informação foi confirmada à TVI por fonte do Moto Clube onde o condutor embriagado que provocou ao acidente tinha estado antes do mesmo acontecer.

O condutor de 45 anos atropelou na tarde de sábado cinco pessoas em Reborosa, Paredes, causando dois feridos graves e três ligeiros, segundo apurou a TVI24 junto do CDOS, Comando Distrital de Operações de Socorro do Porto.

O CDOS recebeu o alerta às 16:34, tendo sido mobilizados para o local 29 efetivos de equipas de socorro, com 14 veículos.

De acordo com as informações prestadas à TVI24, dois feridos ligeiros foram levados para o hospital de Penafiel e um outro para o de S. João, no Porto.

Já os dois feridos em estado grave, que não resistiram, foram "estabilizados no local por equipas do INEM", foram posteriormente levados para os hospitais de S. João e de Santo António, no Porto, segundo fonte do CDOS.

O condutor é um homem, de 45 anos, que foi detido e levado para o nosso posto de Lordelo", adiantou à TVI24, fonte do comando geral da GNR.

O atropelamento ocorreu quando estava a decorrer um convívio junto ao Moto Clube local, segundo adiantou à agência Lusa, fonte dos Bombeiros Voluntários de Rebordosa.