Um homem apanhado a furtar um estabelecimento comercial horas depois de ter saído em liberdade do Tribunal de Aveiro, onde tinha sido levado pelo furto de um veículo, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, informou esta quarta-feira a GNR.

Em comunicado, a GNR esclarece que o indivíduo, de 32 anos, foi detido no dia 15, em Águeda, pelo furto de um veículo na localidade de Anadia.

Na sequência das diligências policiais, os militares apuraram que o suspeito havia furtado uma outra viatura em Espanha. A ação culminou ainda na apreensão de 20 doses de heroína, dois telemóveis e 19 euros em dinheiro.

O detido foi constituído arguido e foi presente no dia seguinte a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Aveiro, onde lhe foi aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.

No entanto, nesse mesmo dia o suspeito foi novamente detido pela GNR quando estava a furtar um estabelecimento de restauração e bebidas em Mogofores, Anadia. Na altura da detenção, o indivíduo tinha em sua posse 197 euros em dinheiro e dois telemóveis.

Foi novamente presente ao Tribunal de Aveiro na passada terça-feira, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

/ CE