Um namoro «virtual» terminou da pior maneira para uma adolescente de 16 anos. A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, já deteve os presumíveis autores da violação, noticia a Lusa.

A jovem saiu de casa durante a madrugada, sem os familiares terem conhecimento, porque tinha combinado um encontro com o namorado que havia conhecido através da Internet.

No entanto, o «namorado» de 18 anos tinha outras intenções, já que, segundo a PJ, ele terá agido de forma planeada com um empresário de um cibercafé na zona de Vagos. A adolescente foi obrigada a manter relações sexuais com os dois.

Os detidos, um empresário de 33 anos e um jovem de 18, actualmente desempregado, «agiram de forma concertada e aproveitando a relação de namoro, recente, que aquele último mantinha com a jovem adolescente, que conhecera através da Internet, atraíram a vítima ao local onde viriam a consumar o crime».
Redação / CP