Um engenho explosivo de grandes dimensões foi nesta segunda-feira encontrado no centro de Coimbra. As autoridades vedaram o local e aguardam agora por uma equipa de especialistas para lidar com o engenho.

Segundo apurou o TVI24 junto de fontes policiais, uma munição de tamanho considerável foi encontrada por volta das 13:00 por funcionários dos serviços da Câmara, que prodeciam à limpeza de um jardim na Av. Fernando Namora.

O alerta foi dado após ter sido econtrado o engenho a poucos passos de distância do passeio de uma artéria onde há escolas e também uma esquadra da PSP.

A munição - de «grande dimensão e em estado de degradação» - tem o formato de uma bala de 9mm, mas um tammanho entre os 60 ou 70 centímetros fazendo as autoridades desde logo descartar o engenho como uma bala de morteiro, por exemplo, e atribuindo-o a um dispositivo bélico maior.

A munição «encontrava-se numa zona verde», na Avenida Fernando Namora, junto da linha ferroviária que liga Coimbra a Miranda do Corvo, Lousã e Serpins, fora de funcionamento desde os finais de 2009, no âmbito do projeto de instalação do metropolitano ligeiro de superfície.

Elementos do Centro de Inativação de Engenhos Explosivos recolheram e acondicionaram o engenho, que será agora objeto de análise, informou posteriormente a agência Lusa.

[artigo atualizados às 20:19]