O número de casos de sarampo confirmados subiu para 62, segundo um comunicado divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde. 

Segundo a DGS, foram reportados 168 casos de sarampo, a maioria dos quais "com ligação ao Hospital de Santo António, no Porto".

Destes, "62 foram confirmados laboratorialmente pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e 70 foram negativos". "Os restantes 36 casos aguardam resultado laboratorial", acrescenta o mesmo documento.

Os 62 casos confirmados são todos adultos, segundo a DGS, e um deles pertence à Região Centro (Pombal) "com ligação ao surto que decorre na região Norte". Alguns encontram-se já curados e dois permanecem internados.

A maioria dos casos confirmados dizem respeito a mulheres (32) e a profissionais de saúde (55). Há ainda sete casos confirmados de pessoas não vacinadas, dez com esquema vacinal incompleto e um com esquema vacinal desconhecido.

Recorde-se que o último balanço da DGS, divulgado na segunda-feira, dava conta de 53 casos confirmados, em 145 reportados. 

Esta terça-feira, o secretário de Estado da Saúde, Fernando Araújo, disse que o número de novos casos de sarampo "está a ficar estável" e as autoridades admitem que o surto da doença, ocorrido na região Norte, poderá estar em fase de transição sem novos ciclos infecciosos.

É provável, eventualmente, que possamos estar já numa fase de transição, mas temos de esperar pelos próximos dias para ter resultados concretos e podermos afirmar isso com alguma confiança", disse.

O responsável indicou que eventuais novos ciclos de transmissão e infeção só deverão ocorrer até final da próxima semana.