O suspeito da morte de um jovem de 19 anos à porta da discoteca Lick, em Boliqueime, Vilamoura, em agosto do ano passado, foi detido em França, nesta quarta-feira, pela Polícia Judiciária.

O crime remonta à madrugada de 23 de gosto de 2019. Na altura, o suspeito, de 21 anos, colocou-se em fuga e estava desaparecido desde então.

A vítima pertencia ao staff da discoteca e estava à porta quando foi atingida. O autor do crime terá sido impedido de entrar no espaço e regressou mais tarde com uma arma. Efetuou vários disparos, que acabaram por atingir o jovem. Os tiros seriam destinados à equipa de segurança que lhe barrou a entrada. 

A vítima ainda foi transportada para o Hospital de Faro, em estado crítico, mas não resistiu aos ferimentos. 

O homicida estava a monte há cerca de um ano e foi localizado nos arredores de Paris, onde acabou por ser detido por elementos da Direção Central da Policia Judiciária francesa, a pedido das autoridades portuguesas e na presença de elementos da Diretoria do Sul da Polícia Judiciária.

O detido vai, agora, ser presente a interrogatório Judicial para aplicação das medidas de coação.

Marisa Rodrigues / CM