Os banhos estão desaconselhados nas praias Madalena Norte e Canide Sul, em Vila Nova de Gaia, devido à presença de uma bactéria na água, revelou hoje à Lusa o comandante da capitania do Douro.

Segundo Rui Santos Amaral, a capitania foi hoje alertada pela Administração dos Recursos Hídricos (ARH) do Norte “na sequência de análises periódicas que detetaram parâmetros acima do normal nas praias Madalena Norte e Canide Sul, tendo sido hasteada logo de manhã a bandeira encarnada”.

“Até que sejam feitas novas análises e os parâmetros estejam em condições, confirmo que os banhos estão desaconselhados”, revelou o responsável da capitania.

O comandante afastou, contudo, a possibilidade de “haver um foco de poluição associado” na costa marítima de Vila Nova de Gaia, afirmando “tratar-se de uma bactéria”.

Segundo Rui Santos Amaral, a bactéria identificada na análise realizada corresponde a enterococos intestinais que, segundo um relatório da Direção-Geral da Saúde, provém das “fezes de animais de sangue quente, sendo relativamente específicas como indicadores de contaminação fecal”, mas podem também “ter origem no solo”.

“O valor apurado está um pouco acima do normal”, acrescentou.

O responsável revelou ainda que, feita a inspeção do local pela Polícia Marítima e pela capitania, “não foram encontrados indícios de descarga poluente”.

Rui Santos Amaral disse desconhecer quando será feita nova análise à água do mar naquelas praias.

/ PP