O jovem de 16 anos suspeito de matar o pai com um machado, esta sexta-feira, em Barcelos, vai ficar em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica. Mas, provisoriamente, até estarem reunidas as condições para a aplicação da medida, o jovem fica preso preventivamente. 

As medidas de coação, determinadas pelo Tribunal de Fafe, distrito de Braga, são conhecidas no mesmo dia em que o jovem foi identificado e detido.

A Polícia Judiciária de Braga anunciou este sábado a detenção do jovem. O crime ocorreu na sexta-feira na freguesia de Pereira, em Barcelos, na casa da família.

De acordo com a PJ, sobre o menor "recaem fortes suspeitas da prática de um crime de homicídio qualificado".

VEJA TAMBÉM:

A vítima, um homem de 52 anos, emigrante em França, que tinha chegado a Portugal no dia anterior, faleceu no local "devido aos ferimentos provocados por uma machada".

Foi o filho quem deu o alerta às autoridades, depois de, alegadamente, ter encontrado o pai no quarto. A mãe tinha saído para trabalhar.