Baixas fraudulentas: médicos sentem-se perseguidos

Bastonário da Ordem dos Médicos acha que notícias que descredibilizam os médicos começaram a surgir depois da classe convocar a greve para 11 e 12 de julho

Redação / CF