a correcção da pega do bebé à mama na primeira mamada aumenta significativamente a duração do aleitamento materno

60 pares de mães e respectivos bebés da região do Vale do Ave



os bebés com a primeira pega correcta mamaram em média 157 dias, em comparação com apenas 15 dias no caso de pega incorrectaos primeiros mamaram em exclusivo 11 vezes mais dias do que os do outro grupo.





«Às vezes as mães não sabem sequer se o bebé está a mamar, ou pensam que está, mas de maneira incorrecta»

«o bebé deve ficar com a boca bem aberta quando está a mamar, com o lábio inferior virado para fora e com o queixo a tocar na mama».



50 por cento dos bebés da amostra tiveram dificuldade na pega durante a primeira mamada, um problema facilmente corrigível através da intervenção da mãe.