João Loureiro, antigo presidente do Boavista, reagiu à notícia de que tinham ocorrido buscas em sua casa, no âmbito da investigação por branqueamento de capitais e fraude fiscal, em que um empresário ligado ao Boavista é o principal suspeito. João Loureiro nega que as mesmas tenham ocorrido e rejeita ainda qualquer ligação ao caso em questão.

A TVI também já confirmou ter-se tratado de um erro, pelo qual pedimos desculpa, num caso que vamos continuar a acompanhar.

Henrique Machado