Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais quatro mortos e 259 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

No total, o país conta agora com 1.534 mortos (+0,3%) e 39.392 casos de infeção (+0,7%). Dos 259 novos casos, 164 foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo, o que corresponde a 63%.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de mortos (814), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (440), do Centro (248), do Algarve e dos Açores (ambos com 15) e do Alentejo, que regista dois óbitos.

Na distribuição dos casos infetados por concelhos, Lisboa é o que regista o maior número de casos (3.150), seguido por Sintra (2.272), Loures (1.654), Vila Nova de Gaia (1.611), Amadora (1.436), Porto (1.414), Matosinhos (1.292), Braga (1.256), Maia (950) e Odivelas (920).

Boletim DGS - 22 de junho by TVI24 on Scribd

Do total de pessoas infetadas em Portugal, 424 estão internadas, mais 17 do que no domingo (+4,2%). Há 72 doentes em Unidades de Cuidados Intensivos (mais 3).

Tosse (38%), febre (28%) e dores musculares (21%) foram os sintomas mais frequentes apresentados em 90% dos novos casos confirmados. 

Os Açores apresentam 144 casos de infeção pelo novo coronavírus SARA-Cov-2 e 15 mortes, enquanto a Madeira tem 92 pessoas infetadas e nenhum óbito registado.

Segundo os dados da DGS, 771 vítimas mortais são mulheres e 763 são homens.

Por faixa etária, o maior número de mortes regista-se entre as pessoas com 80 ou mais anos (1.031), seguida pela faixa entre os 70 e os 79 anos (296). Entre a população com idades compreendidas entre os 60 e 69 anos há 138 mortes.

Os dados da DGS registam ainda 49 mortes na faixa etária entre os 50 e os 59 anos, 17 entre os 40 e os 49 anos, uma entre os 30 e os 39 anos e duas na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

Relativamente ao total de casos de infeção, os dados apontam que 22.173 são mulheres e 17.219 homens.

A faixa etária mais afetada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (6.597), seguida da faixa entre os 50 e os 59 anos (6.608) e das pessoas com idades compreendidas entre os 30 e os 39 anos (6.200).

Nas faixas etárias mais jovens, entre os 20 e os 29 anos, registam-se 5.657 casos e, entre os 10 e os 19 anos, 1.522.

Nas crianças até aos nove anos verificam-se 1.052 casos, precisam os dados.

Desde 1 de janeiro, registaram-se 364.305 casos suspeitos, dos quais 1.782 aguardam resultado dos testes.

A DGS regista também 30.956 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Lisboa e Vale do Tejo com 63% das novas infeções

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) registou 63,3% das novas infeções de covid-19, com 164 dos 259 novos casos, enquanto a região Norte concentrou 27,4% das infeções, mais 71 casos, segundo a Direção-Geral da Saúde.

LVT tinha 77% dos novos casos divulgados no domingo, 74,8% do total de novas infeções divulgadas no sábado, 76% na sexta-feira e 78% na quinta-feira.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica em Portugal divulgado hoje, na região de LVT foram reportadas 164 das novas infeções diárias, 63,3% dos casos (a menor percentagem das últimas semanas), na região Norte foram registadas 71 novas infeções, 27,4% dos casos (a maior percentagem das últimas semanas), enquanto na região Centro há 14 novos casos, representando 5,4% do total.

O Algarve registou oito novos casos, representando 3%, e no Alentejo dois novos casos, representando 0,8%.

Os quatro óbitos reportados hoje registaram-se na região de LVT.

O Norte continua a ser a região com o maior número de casos acumulado, num total de 17.320, a região de LVT tem agora um total de 16.926, o Centro 4.005, o Algarve 529 e o Alentejo 376.

Lisboa continua a ser o concelho com maior número de casos e está agora com um total de 3.150, mais 15 do que no domingo, enquanto Sintra está com um total de 2.272 casos, mais 19 do que no domingo.

Também na Área Metropolitana de Lisboa, Loures tem 1.654 (+31), a Amadora está com 1.436 (+8), Odivelas com 920 (+39), Cascais com 803 (+12), Vila Franca de Xira com 652 (+6), Oeiras com 646 (+11), Almada com 548 (+10) e o Seixal com 542 (+7).

Os cinco concelhos do Norte com mais casos acumulados não registaram alteração nos números relativamente a domingo: Vila Nova de Gaia está com 1.611, o Porto com 1.414, Matosinhos com 1.292. Braga com 1.256 e Gondomar com 1.093.

A Direção-Geral da Saúde realça que os números apresentados referem-se ao total de notificações médicas no sistema SINAVE (excluindo notificações laboratoriais), pelo que podem "não corresponder à totalidade dos casos por concelho”.

Os dados da DGS indicam 1.534 mortes relacionadas com a covid-19 e 39.392 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em comparação com os dados de domingo, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,3%. Já os casos de infeção subiram 0,7%.

Cláudia Évora / com Lusa - atualizada às 14:25