Portugal registou, este domingo, mais 1.483 novos casos e 15 mortos relacionados com a covid-19, revela o mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde. 

Portugal não registava um número de mortes por covid-19 igual ao deste domingo (15) desde 26 de agosto, e o total dos internamentos registados é o mais alto desde 20 de setembro, segundo dados oficiais consultados pela Lusa.

Foi no dia 26 de agosto que o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) registou 15 mortes devido à covid-19, num total de 2.552 novos casos confirmados, um número abaixo do registado este domingo (1.483 casos).

No dia anterior, 25 de agosto, o número de mortes tinha sido até superior a 15, tendo sido contabilizados 16 óbitos no boletim diário da DGS, e anteriormente, nos dias 18, 10 e 07 de agosto, tinham morrido 17 pessoas devido à covid-19, havendo também registos de 18 (dia 09 e 06) e 19 mortes (dia 03).

As 15 mortes registaram-se no Norte (quatro), no Centro (sete), em Lisboa e Vale do Tejo (duas) e no Algarve (duas).

Segundo a DGS, as vítimas mortais são das faixas etárias entre os 60 e os 69 anos, os 70 e 79 anos e das pessoas com 80 ou mais anos.

Desde março de 2020, morreram 18.257 pessoas e foram contabilizados 1.107.488 casos de infeção.

A covid-19 provocou pelo menos 5.094.101 mortes em todo o mundo, entre 252.864.960 infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

As mortes ocorreram maioritariamente na região Centro (7), seguida do Norte (4), Lisboa e Vale do Tejo (2) e Algarve (2). Pertencem às faixas etárias entre os 60 e os 69 anos, os 70 e 79 anos e das pessoas com 80 ou mais anos.

Internamentos a subir 

O número de internamentos continua a aumentar. Nas últimas 24 horas, foram internadas mais 41 pessoas, num total de 465, e deram entrada mais seis doentes em cuidados intensivos, num total de 75. 

Boletim DGS - 14 de novembro by TVI24 on Scribd

De sábado para domingo recuperaram da doença mais 462 pessoas.

Desde março de 2020, morreram 18.257 pessoas e foram contabilizados 1.107.488 casos de infeção.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se entre os idosos com mais de 80 anos (11.913), seguido das faixas etárias entre os 70 e os 79 anos (3.908) e entre os 60 e os 69 anos (1.663).

Do total de vítimas mortais registadas até à data em Portugal, 9.565 eram homens e 8.692 mulheres.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que nas últimas 24 horas aumentaram os casos ativos, mais 1.006, para um total de 37.931.

Cláudia Évora