Portugal regista, esta sexa-feira, mais 7 mortos e 1.023 novos casos de covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS). 

Nas últimas 24 horas, foram confirmados mais 1.555 casos recuperados, elevando o total para 1.007.911 pessoas. Em sentido inverso, o número de casos ativos baixou para 34.626 (menos 539 do que na quinta-feira).

A região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) foi a que registou mais casos neste dia (374), mais dois casos do que a região Norte. Três pessoas morreram em LVT, duas morreram na região Norte e uma pessoa perdeu a vida para a doença na região Centro.

Desde quinta-feira, há menos 23 pessoas internadas em enfermaria, com menos seis utentes nas Unidades de Cuidados Intensivos.

Há oito concelhos do país com uma incidência superior a 480 casos por 100 mil habitantes, sendo que Celorico da Beira (822) é o que regista uma maior taxa em Portugal. 

Entre estes concelhos, destaque para Albufeira, que atinge os 708 casos por 100 mil habitantes, e Barrancos que tem uma incidência superior a 730.

Saiba a incidência do seu concelho

A taxa de incidência nacional de infeções com SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias registou uma descida significativa, de 191,1 para 173,6 casos por 100 mil habitantes, e o índice de transmissibilidade caiu de 0,84 para 0,83.

Já relativamente a Portugal continental, o boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge divulgado revela que a taxa de incidência (média de novos casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias) baixou de 196,1 para 177,9.

O Rt - que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de uma pessoa portadora do vírus - está hoje em 0,83 a nível nacional e em 0,82 em Portugal continental.

Na quarta-feira estava em 0,84 a nível nacional e 0,83 em Portugal continental.

Os dados do Rt e da incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias - indicadores que compõem a matriz de risco de acompanhamento da pandemia - são atualizados pelas autoridades de saúde à segunda-feira, à quarta-feira e à sexta-feira.

O nível de risco na matriz de monitorização da pandemia de covid-19 fixa-se em 480 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

De acordo com o portal do Governo para a covid-19, “a monitorização da evolução da pandemia continuará a ser feita com base nos indicadores de incidência e Rt, adaptados de acordo com a evolução da vacinação (nível de alerta é de 240, nível de risco é de 480)”.