O número de mortes por Covid-19 em Portugal subiu para 854, registando-se esta sexta-feira um total de 22. 797 infetados, segundo o relatório epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde. São mais 34 mortes (+4%) e 444 casos (+2%) do que no dia anterior.

A taxa de letalidade global da Covid-19 em Portugal é de 3,7%, subindo para os 13,5% acima dos 70 anos. 

Foram considerados curados 1.228 doentes, mais 27 do que na quinta-feira.

Em relação aos internamentos, estão hospitalizados 1.068 doentes, 188 em cuidados intensivos.

Aguardam resultado laboratorial 4.377 pessoas e estão 29.621 sob vigilância das autoridades de Saúde.

É no Norte que se regista o maior número de casos (13.707) e de óbitos (491). Na região Centro há 3.116 casos e 183 mortes, em Lisboa e Vale do Tejo registam-se 5.277 casos e 160  vítimas mortais.

O Alentejo continua a registar apenas uma morte e 183 casos da doença, já o Algarve tem 320 infetados e 11 óbitos. Nos Açores, registam-se 109 casos e oito vítimas mortais. A Madeira não regista qualquer óbito e conta 85 casos de infeção de Covid-19.

Sobre os óbitos ocorridos, a DGS informa que nove foram registados em doentes na faixa etária dos 40 aos 49 anos, 22 mortes registaram-se na faixa etária dos 50 aos 59 anos, 75 óbitos ocorreram na faixa etária dos 60 aos 69 anos, 174 mortes foram registadas em doentes entre os 70 e os 79 anos e 574 vítimas mortais tinham mais de 80 anos. 

No total, morreram 426 homens e 428 mulheres.

Quanto aos concelhos com maior número de casos, Lisboa lidera com 1.271 casos confirmados, Vila Nova de Gaia regista 1.163 casos, o Porto tem 1.103, Braga regista 950, Matosinhos tem 934 e Gondomar chega aos 894. 
 

No que diz respeito à caracterização demográfica dos casos, há 360 casos de infeção em crianças até aos nove anos, 671 casos entre os 10 e os 19 anos, 2.608 casos na faixa etária dos 20 aos 29 anos, 3.189 entre os 30 e os 39 anos, 3.830 casos dos 40 aos 49 anos, 3.880 casos entre os 50 e os 59 anos, 2.723 casos na faixa etária dos 60 aos 69 anos, 2.047 casos entre os 70 e os 79 anos e 3.489 casos em pessoas com mais de 80 anos. Ao todo, estão infetados 9.359 homens e 13.438 mulheres. 

Segundo o relatório da Direção-Geral da Saúde, 171 casos resultam da importação do vírus de Espanha, 130 de França, 87 do Reino Unido. Há ainda centenas de casos importados de dezenas de outros países.

De acordo com o boletim, 50% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse, 36% febre, 26% dores musculares, 24% cefaleia, 20% fraqueza generalizada e 14% dificuldade respiratória. Esta informação refere-se a 80% dos casos confirmados.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, já provocou cerca de 200 mil mortos em todo mundo e infetou mais de 2,7 milhões de pessoas. Mais de 720 mil doentes foram considerados curados pelas autoridades de saúde.

Bárbara Cruz