Os bombeiros de Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo, estão a limpar, desde as 10:30 desta segunda-feira, gasóleo derramado por um autocarro escolar em 20 quilómetros de estradas, sendo imprevisível quando se concluirão os trabalhos, disse o comandante da corporação.

Em declarações à agência Lusa, Filipe Guimarães explicou que o "derrame de gasóleo afeta as freguesias de Giela, Àzere, Grade, Arcos Sampaio, Prozelo e Parada" e que os trabalhos não afetam a circulação nas estradas em causa.

O autocarro que transporta as crianças às escolas começou a libertar gasóleo na central de camionagem até ao destino. Todo o circuito por onde passou foi afetado, num percurso com mais de 20 quilómetros", especificou.

Segundo Filipe Guimarães, "a empresa já foi alertada pela GNR", adiantando que os bombeiros "vão cobrar a lavagem do pavimento pela quantidade de meios humanos e materiais envolvidos na operação".

Ainda só foi lavado metade do percurso e já foram gastos oito bidões (20 litros) de detergente próprio para a limpeza da via", revelou o comandante dos bombeiros de Arcos de Valdevez.

A operação envolve quatro viaturas e 11 operacionais da corporação.