Um incêndio deflagrou, nesta quarta-feira nas instalações da Cooperativa Agrícola de Citricultores do Algarve (CACIAL), localizada junto à Estrada Nacional 125, perto de Faro, tendo um trabalhador ficado com ferimentos ligeiros, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

O alerta para o incêndio foi recebido às 12:00 e às 12:40 os bombeiros já tinham controlado e extinguido o fogo, precisou a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro.

No local estiveram elementos dos Bombeiros Sapadores de Faro e dos Bombeiros Voluntários de Loulé e de Albufeira, num dispositivo com sete veículos e 19 operacionais, acrescentou a mesma fonte.

Em declarações à agência Lusa, o responsável da CACIAL, Horácio Ferreira, confirmou a ocorrência, mas escusou-se a prestar mais declarações por estar neste momento a tentar lidar com as consequências do fogo.

“Foi numa estufa de secagem, de momento ainda temos de avaliar os prejuízos e não conseguimos quantificar o montante”, afirmou Horácio Ferreira, acrescentando que “houve só um colega que ficou ferido num pé”.

O responsável remeteu mais esclarecimentos para o final da tarde, quando já tiver uma noção mais clara dos prejuízos e de como a situação pode afetar a operacionalidade da cooperativa, onde são recebidos, tratados e embalados citrinos, sobretudo laranjas.

A CACIAL tem uma centena de sócios, produz perto de duas dezenas de toneladas de laranja e emprega cerca de 150 trabalhadores, atingindo anualmente um volume de negócios próximo dos cinco milhões de euros.

Redação / CM