Um homem de 38 anos foi impedido judicialmente de se aproximar ou contactar os pais, após a mãe o ter denunciado por maus tratos.

As agressões ocorreram esta terça-feira, na casa da vítima, no distrito de Braga.

Após a investigação da GNR, que resultou em indícios de violência doméstica, o suspeito, Cristiano Ferreira, foi presente a juíz de instrução criminal, que aplicou como medidas de coação a impossibilidade de se aproximar ou contactar os pais.

Cristiano é cadastrado e tem vindo a ter problemas com a justiça há mais de vinte anos.

O suspeito foi absolvido, em 2018, do crime de homicídio na forma tentada dos pais, que na altura permaneceram em silêncio no tribunal, impedindo a produção de prova contra o filho.