Um juiz de instrução criminal no Tribunal de Braga aplicou prisão preventiva aos oito indivíduos detidos no sábado no âmbito de uma investigação relacionada com tráfico de droga naquela cidade e em Guimarães, anunciou hoje a GNR.

No sábado, a GNR deu cumprimento a 19 mandados de busca domiciliária, oito mandados de detenção e 27 mandados de busca não domiciliária, essencialmente a veículos.

A operação, desenvolvida pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Braga, estendeu-se ainda a concelhos limítrofes de Braga e Guimarães.

Além dos oito detidos, com idades entre os 25 e 35 anos, a operação resultou ainda na apreensão de armas proibidas e armas brancas, 272 doses de cocaína, 228 doses de haxixe, 25 doses de MDMA (ecstasy), 5.248 euros, 15 telemóveis e três computadores.

Foram ainda apreendidas 10 viaturas ligeiras e uma moto.

A operação envolveu cerca de 90 militares, dos comandos territoriais de Braga, Aveiro, Porto e Viana do Castelo, através das estruturas de Investigação Criminal, Territorial, Intervenção e Cinotécnica.

Teve ainda o apoio da PSP.