A Escola Básica Dr. António Augusto Louro, no Seixal, suspendeu três alunas devido ao caso de bullying que foi divulgado através de um vídeo nas redes sociais.

Como resultado do processo disciplinar instaurado a seguir ao atropelamento de um jovem desta escola, a partir desta quarta-feira, a agressora que se vê no vídeo não poderá ir à escola durante 12 dias.

Na prática, tal como a TVI noticiou quando entrevistou a mãe, esta jovem já não tem ido à escola, devido a este caso.

Outras duas adolescentes envolvidas na agressão foram punidas com cinco dias de suspensão.

Um jovem foi atropelado, em maio, na Estrada Nacional 10-2, no Seixal, na sequência de ser vítima de bullying, tendo sido identificados todos os intervenientes nas agressões.

Miguel Fernandes