O Ministério Público imputou a prática de nove crimes a um suspeito de agredir o cliente de um café em Faia, Cabeceiras de Basto (Braga), e de posteriormente o perseguir e tentar matar com disparos de caçadeira.

Segundo informação divulgada pela Procuradoria-Geral Regional do Porto (PGR-P), o arguido agrediu outro cliente do café, na esplanada do estabelecimento, atingindo-o com uma cadeira na cabeça, cerca das 21:50 de 04 de setembro de 2019.

Dez minutos depois, relata a PGR-P na Internet, perseguiu e tentou balear a vítima com disparos de caçadeira, “só não o logrando por razões alheias à sua vontade, uma vez que a espingarda, embora efetuasse a ação mecânica da ‘gatilhada’, não disparou”.

As motivações do arguido não são adiantadas.

Segundo o despacho do Ministério Público, o homem está acusado pela prática de um crime de homicídio qualificado tentado, outro de ameaça agravado, um terceiro de detenção de arma proibida e um quatro de condução de veículo sem habilitação legal.

São-lhe ainda imputados dois crimes de ofensa à integridade física qualificada, um dos quais tentado, e três crimes de coação agravada, um deles tentado.

/ AG