A partir da próxima semana deverá ser registada uma pequena subida das temperaturas em Portugal, mas para "valores normais para a época", explicou à TVI Patrícia Gomes, meteorologista do IPMA. "O verão tem sido ameno", ou seja, com valores um pouco abaixo dos habituais e, por isso, insiste: "As temperaturas vão subir para valores razoáveis para o país, em agosto".

Após terem sido divulgadas notícias sobre uma eventual onda de calor, Patrícia Gomes garante que "não há indicação de situação de calor extremo". Seja para os próximos dias, e até para a segunda quinzena do mês, segundo "os modelos do Centro Europeu, seguidos pelo IPMA" não existe essa previsão.

"Vai haver uma pequena subida da temperatura a partir do dia 8 de agosto" e os valores vão subir em média cerca de 4º graus. "Talvez em algumas zonas possa ser um pouco mais". No dia 14 de agosto, "as temperaturas deverão chegar aos 32º/34º graus. Sendo que no interior norte e centro podem atingir os 37º/38º graus", acrescenta a meteorologista que admite, ainda, que no alentejo, em algumas zonas, se possa chegar "aos 40º graus".

Todavia, considerando que estamos perante previsões e que as previsões são falíveis, esta especialista lembra que "neste momento não há nenhuma informação de que isso vá acontecer, o que pode mudar nos próximos dias".

Após terem sido veiculadas várias notícias sobre uma eventual onda de calor vinda do norte de áfrica e que as temperaturas poderiam chegar aos 40º/45º graus, nas redes sociais encontrámos alertas de que não existe infomação fidedigna sobre essa previsão.

Recorde-se que vários países europeus enfrentam atualmente uma onda de calor e registam temperaturas recorde. A meteorolpogista do IPMA, Patrícia Gomes, explica ainda à TVI que a onda de calor que se vive nesses países europeus "nunca viria para cá... Quanto muito poderia vir outra. Mas essa não!".
 

Patrícia Pires