Uma mulher foi esta terça-feira detida por suspeitas de envolvimento num assalto a uma carrinha de transporte de valores, cerca do meio-dia, junto a um supermercado em Vila Nova da Caparica, em Almada, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Segundo revelou o Comandante do Destacamento da GNR de Almada, a mulher, que aparenta ter entre 20 e 25 anos, foi detida na sequência do despiste da viatura utilizada para a fuga, após o assalto em que terá participado, juntamente com outros dois homens que se colocaram em fuga.

De acordo com a GNR, a viatura que transportava os três suspeitos de envolvimento no assalto à carrinha de transporte de valores, e que circulava a grande velocidade na EN10-1, despistou-se e ficou imobilizada entre as localidades do Feijó e Sobreda, concelho de Almada, no distrito de Setúbal.

Os dois homens suspeitos puseram-se em fuga de imediato, mas a mulher, que sofreu alguns ferimentos, permaneceu no local durante algum tempo e acabou por ser transportada para o Hospital Garcia de Orta já sob detenção.

Segundo a GNR, o produto do roubo, que terá sido deixado numa quinta próxima do local do acidente, foi localizado e recuperado na totalidade pelos elementos da Polícia Judiciária, que, entretanto, iniciaram a recolha de indícios no âmbito da investigação criminal.

De acordo com as informações recolhidas inicialmente pela GNR, havia a suspeita de que, além do saco com o dinheiro roubado, recuperado na quinta, os assaltantes também teriam procurado desfazer-se da arma de fogo, uma pistola, que teria sido utilizada no assalto.

No entanto, nas operações de busca efetuadas durante a tarde na referida quinta, com a ajuda de equipas cinotécnicas, não foi encontrada nenhuma arma de fogo, indicou mais tarde a GNR.

/ RL