A Capital do Natal vai apresentar uma queixa-crime contra todos os promotores turísticos do evento, anunciou este sábado a organização. Em causa está uma alegada adulteração da oferta do parque, que poderá ter induzido em erro vários visitantes que se deslocaram até Algés.

Num comunicado a que a TVI24 teve acesso, a organização acusa os promotores de prejudicarem o seu bom nome e imagem.

Em causa está, segundo a Capital do Natal, a promoção de notícias e material publicitário, na maioria dos casos realizada em Espanha, e que terá contrariado a informação oficialmente divulgada. Essas informações terão criado uma "falsa expetativa" de que aquele local dispunha de pistas de esqui, entre outros equipamentos.

Vários turistas, sobretudo espanhóis, acusaram o parque de Algés de fraude, depois de afirmarem que as atrações não correspondiam ao divulgado.

A Capital do Natal afirma que "promete levar até às últimas consequências a identificação dos responsáveis por este crime".

/ AG