Médicos: avaliação avança



«Estamos a falar a mesma linguagem»







Não é nenhuma proposta concreta