Os condutores com 65 anos que queiram revalidar a carta de condução vão ter de fazer uma formação obrigatória. A medida consta na proposta do Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária que começou a ser discutido ontem.

Pretende-se que as pessoas com mais de 65 anos tenham aulas para "atualização obrigatória de conhecimentos", cita o Jornal de Notícias. Os fatores como a idade, as doenças e os efeitos secundários dos medicamentos - que muitas pessoas desta faixa etária consomem diariamente.

Os condutores mais velhos, e também os peões, são dos grupos mais sensíveis no que às mortes na estrada diz respeito: 29% tem mais de 65 anos, 33% são peões. 

Veja quando pode pedir a carta de condução pela Internet

O objetivo do Governo é melhorar a rede rodoviária nacional e municipal e reduzir os acidentes até 2020. O plano pretende ter condutores com comportamentos mais seguros.

O PENSE 2020 – a sigla deste programa - surge pela falta de medidas para combater a sinistralidade em 2016 de modo a aperfeiçoar normas e o código da estrada.

Apela-se à intervenção das autarquias locais pela maior proximidade que têm com as populações e os utilizadores da via pública, dentro das localidades e no contexto rural.   

O combate aos atropelamentos, à condução distraída e em condições de fadiga e a proteção de peões são mais algumas das metas deste plano estratégico até 2020. 

O PENSE está em discussão pública até 8 de janeiro e tem 106 medidas. Portanto, decisões finais só em 2017.

Redação / VC