Vinte e três trabalhadores da construção civil, na maioria portugueses, estão infetados com covid-19 em Gibraltar, segundo a empresa portuguesa Casais.

O diretor do Departamento de Segurança da Casais-Gibraltar, Orlando Teixeira, disse à Lusa que “os 23 colaboradores, na maioria de subempreiteiros da Casais, que testaram positivo, estão assintomáticos" e cinco estão prestes a ter alta.

“São na maioria portugueses e alguns de nacionalidade espanhola. As medidas de restrição em Gibraltar já foram levantadas há algum tempo, não sendo obrigatório o uso de máscara em locais fechados para pessoas vacinadas”, acrescentou Orlando Teixeira.

O diretor do Departamento de Segurança da Casais-Gibraltar disse ainda que “todos os colaboradores estavam vacinados e muitos deles já estavam a receber agendamento para a terceira dose, que começou a ser administrada há duas semanas”.

“Seguimos o protocolo de saúde local e o interno da Casais para conseguir identificar e isolar os casos positivos evitando mais contágio”, sublinhou.

/ CM