Os Casamentos de Santo António, os arraiais e o desfile de 24 marchas populares vão colorir hoje as Festas de Lisboa, animando a capital portuguesa em véspera de feriado municipal, motivando o condicionamento do trânsito na cidade.

Durante a manhã, pelas 11:45, 16 casais vão contrair matrimónio nos Casamentos de Santo António, evento organizado pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), numa cerimónia civil a realizar nos Paços do Concelho, seguindo-se a religiosa na Sé de Lisboa, às 14:00.

À noite, os casais de Santo António juntam-se ao tradicional desfile das Marchas Populares na Avenida da Liberdade.

Com centenas de participantes, as marchas contam com a participação de 20 grupos: Alfama – vencedora em 2018 -, S. Vicente, Carnide, Bica, Bela Flor-Campolide, Ajuda, Baixa, Madragoa, Penha de França, Graça, Beato, Marvila, Bairro da Boavista, Olivais, Mouraria, Parque das Nações, Castelo, Alto do Pina, Alcântara e Bairro Alto.

Em extracompetição, vão desfilar pela avenida as marchas Infantil “A Voz do Operário”, Mercados, Santa Casa, e a convidada Popular de Ribeira de Frades (Coimbra).

O trânsito na zona do Marquês de Pombal e da Avenida da Liberdade vai estar condicionado entre hoje e quinta-feira, devido às marchas, de acordo com a PSP.

A partir das 14:00 de hoje, vão existir condicionamentos de trânsito no eixo central da Avenida da Liberdade, entre a Rua Alexandre Herculano e o Largo da Anunciada.

Às 17:00 haverá corte de trânsito no eixo central da Avenida, entre a Rua das Pretas e Rua Alexandre Herculano e, a partir das 18:30, será interditada a circulação rodoviária entre a Praça Marquês de Pombal e a Praça D. Pedro IV (Rossio).

Esta interdição ao trânsito decorrerá até às 08:00 de quinta-feira.

A polícia aconselha ainda o uso dos transportes públicos, por ser mais prático e para se evitar conduzir depois de beber.

Esta quarta-feira, espera-se uma grande afluência de visitantes no centro da cidade de Lisboa – para celebrar o santo padroeiro da capital –, espalhados pelos diversos arraiais, com muita animação, sardinha assada e música popular.

Reforço do serviço da CP

A Comboios de Portugal (CP) vai reforçar na madrugada de quinta-feira, na noite de festejos de Santo António, o serviço nas linhas de Sintra, Cascais e Azambuja, anunciou a transportadora.

A noite de Santo António atrai habitualmente milhares de pessoas ao centro de Lisboa para assistir às marchas e participar nos arraiais, o que motiva o condicionamento do trânsito no centro da cidade.

Tendo em conta a grande afluência de visitantes nesta noite, segundo um comunicado da CP, as ligações entre Lisboa e Sintra serão reforçadas, com partidas da estação do Rossio rumo a Sintra às 01:30, 02:00, 02:30, 03:00, 03:30, 04:00, 04:30, 05:00 e 05:30.

Na linha de Cascais, os comboios irão partir do Cais do Sodré em direção a Cascais às 02:30, 03:30 e 04:30.

Para a Azambuja os comboios vão partir de Santa Apolónia às 01:30 e 03:30.

Durante o dia de hoje irão acontecer os casamentos de Santo António e, já à noite, começa o desfile das 24 marchas populares.

A programação municipal das Festas de Lisboa começaram no dia 01 de junho e terminam no dia 30.

Metro de Lisboa prolonga serviço em duas linhas

O Metropolitano de Lisboa vai prolongar parcialmente o seu serviço até às 03:00 de quinta-feira, por ocasião das celebrações do Santo António, anunciou esta quarta-feira a transportadora.

Associando-se às Festas de Lisboa, que têm na noite de hoje para quinta-feira o seu ponto alto, o Metro irá garantir a extensão do serviço até às 03:00 em quase todas as estações da linha Verde e da linha Azul, com a circulação de seis carruagens.

Segundo um comunicado do Metropolitano de Lisboa, esta extensão não abrange a estação da Avenida, que encerrará perto das 00:30 por questões de segurança.

As restantes linhas, a Amarela e a Vermelha, irão funcionar no seu horário habitual.

De acordo com o comunicado, no período de prolongamento deste serviço a empresa irá contar com o reforço dos seus trabalhadores e forças de intervenção da PSP nas estações.