Portugal atingiu mais cedo que o previsto os 1.300 casos diários de covid-19 previstos pela ministra da Saúde, Marta Temido, para 7 de novembro.

Nas últimas 24 horas foram registados 1.382 novos casos, com o país não só a atingir o número antecipado por Temido como a ultrapassá-lo.

No final do Conselho de Ministros de 28 de outubro, na semana passada, Marta Temido antecipou o cenário, com base nas estimativas e nas análises de modelação epidemiológica realizadas pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, caso se mantivesse o risco de transmissão registado à data.

O que sabemos neste momento é que as regiões têm diferenças, no seu nível de transmissão, no seu nível de crescimento, e que ao nível do país este é um numero [1.300] que podemos colocar no horizonte se nada se inverter", afirmou então.

E, de facto, a situação não se inverteu, com o número de casos a aumentar diariamente, ainda que, na altura, especialistas como o matemático Carlos Antunes, tenham desvalorizado esta subida, devido à estabilização dos novos casos nas faixas etárias mais problemáticas, ou seja, a dos jovens adultos.

Marta Temido tinha dito também que este "agravamento" da situação epidemiológica em Portugal “era de alguma forma esperado” e acompanhava a situação europeia.

Foi, por isso, decidido prolongar a situação de alerta devido à pandemia até 30 de novembro.

O vírus continua a transmitir-se e a circular e, embora causando doença menos grave e consequências fatais em número menos significativo, a uma maior circulação do vírus tende a corresponder um maior número de casos de doença”, afirmou também na ocasião.

Portugal tem, neste momento, mais de 32.000 casos ativos.

O índice de transmissibilidade, o R(t), está, neste momento, acima de 1, concretamente em 1,03, enquanto a taxa de incidência está nos 104,3 casos por 100.000 habitantes, parâmetros de análise da covid-19 que serão atualizados apenas na sexta-feira. 

Desde o início da pandemia já morreram 18.184 doentes dos 1.094.048 infetados.

Veja também:

Catarina Machado